Governo do Ceará ilumina espaços públicos com as cores da bandeira trans

320
Fortaleza

Para marcar o Dia Nacional da Visibilidade Trans, celebrado nesta sexta-feira, 29 de janeiro, o Governo do Ceará ilumina, pela primeira vez, os prédios públicos da Capital e do interior com as cores da bandeira trans. A ação teve início hoje às 18h. Dentre os espaços contemplados, estão as quatro unidades do Vapt-Vupt, nos bairros Messejana e Antônio Bezerra, em Fortaleza, e as unidades de Sobral e Juazeiro do Norte. Na Capital, ganharam o colorido o Arco da Praça Portugal; a Praça do Cristo Rei; a jangada na Av. Beira Mar; e a estátua de Iracema, na volta da Jurema.

De acordo com a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT, da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), a iniciativa faz parte das diversas atividades desenvolvidas pelo Executivo no intuito de reforçar o respeito à identidade de gênero e promover a cidadania e a defesa dos direitos de mulheres travestis, transexuais, homens transexuais, transmasculines e pessoas não-binárias.

A iluminação dos espaços públicos se junta a outra atividade que celebra a população trans: o “I Webnário da Visibilidade Trans: vidas trans importam!”, que iniciou também nesta sexta-feira (29), e segue ocorrendo nos dias 2, 4, 8 e 15 de fevereiro, trazendo diversos debates com transmissão pelo Canal SPS Ceará (youtube.com/spsceará). Os interessados em participar podem se inscrever através do link: bit.ly/38GV2Tu

Além de tudo isso, o Governo do Ceará criou o Conselho Estadual de Combate à Discriminação LGBT, através do decreto 33.906, publicado nesta quinta-feira, 28 de janeiro de 2021, no Diário Oficial do Estado. O órgão vai monitorar, fiscalizar e avaliar a execução de políticas públicas para a população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. A criação do colegiado é uma demanda histórica do movimento social cearense. Vinculado à Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT, da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), o conselho visa garantir à população LGBT o pleno exercício de sua cidadania.

Fotos: Divulgação/Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here