Obra com temática LGBTI+ traz debate entorno das questões políticas

O mais novo livro de Roberto Muniz Dias é um folhetim distópico em meio a um suspense que traz um debate sobre extremismos de opiniões

464
O livro tem 140 páginas e traz nuances de uma história contada em novela
Por Igor Thawen, especial para o Mídia Bixa

O escritor Roberto Muniz Dias lançou a obra “Konrads”, com 140 páginas em forma de eBook na Amazon. O mais novo livro, também uma novela, é tratado pelo autor como um suspense fabuloso. A inspiração para a história veio após a leitura do livro “A arte queer do fracasso, de Jack Habelstam”. A obra que trouxe a inspiração a Roberto levanta possibilidades sobre a questão do fracasso como forma de entreter as LGBTI+.

Roberto Muniz afirma que a intenção de Jack é mostrar que a História tenta higienizar de uma forma racional e romântica a questão da homossexualidade. Nesse contexto é feito um paralelo entre fascismo e homossexualidade. “Então, é daí que entro com meu livro, em forma de ficção, é claro, mas trazendo semelhanças com qualquer distopia que mexe com a vida das pessoas e deste personagem em particular, que volta a sua cidade natal e encontra um pequeno microcosmo fascista”, complementa.

Viados nazistas existiram? 

Roberto afirma que sim e te convida a adentrar na história que levanta possibilidade de rever alguns aspectos espinhosos da sexualidade: o sexo gay como ato político. “O livro não se centra nas questões políticas, mas promove o debate atual dos extremismos de opiniões entre direita e esquerda se acirraram nos últimos, além dos excessos e absurdos de uma distopia fascista. E como é ficção, ela envereda por outros caminhos que não apenas a sexualidade e política.”, conclui o autor.

Para adquirir o livro, clique aqui. Para quem é assinante do Kindle Unlimited, o exemplar está de forma gratuita para os adeptos ao plano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here