Passageiro homofóbico é expulso de voo da Latam

Após chamar tripulantes de “viado”, homem foi retirado do avião pela Polícia Federal

174
Passageiros registram momento em que a Polícia Federal aborda o homofóbico. Foto: Reprodução/Facebook
Por Igor Thawen, especial para o Mídia Bixa

Na última segunda-feira (14), um passageiro do voo LA3333, que saia de São Paulo com destino à Fortaleza, teria se irritado após o comissário de bordo pedir que colocasse a sua poltrona na posição vertical, procedimento demandado durante a decolagem. De acordo com testemunhas, ele teria dito a ao comissário de bordo: “Que viado chato, tinha que ser um viado!”.

O funcionário da Latam alertou o ocorrido ao chefe de cabine da aeronave, que também abordou o viajante. O homem, mais uma vez, respondeu com insultos: “Nossa, mais um viado. Só tem viados nessa companhia aérea? Parem de viadagem e me deixem em paz!”, disparou. Após isso, o caso foi levado ao piloto, que retornou à base e acionou a Polícia Federal.

A ação da polícia, que retirou o sujeito homfóbico da aeronave, foi acompanha de aplausos dos demais passageiros.

A decisão da empresa de acionar as forças de segurança viralizou no Twitter, com direito a muitos elogios. Ao ser provado por um internauta, o perfil da Latam na rede confirmou o incidente: “Repudiamos veementemente qualquer tipo de ofensa e qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa”. A resposta teve mais de dois mil compartilhamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here